Postagens e repostagens daquilo que merece ser compartilhado: o nosso universo geek.

Personalidade da Semana

Desculpas eternas!

Gente boa, tenho que pedir as desculpas mais atrasadas da qual já ouvi falar: minha falta de postagens novas.

Muito infelizmente, apesar de adorar esse blog, estou mega compromissado com a minha faculdade de engenharia. O curso não me deixa tempo de sobra pra jogar vídeo-games, conversar, assistir, ouvir ou me relacionar; não tem jeito, se quiser se formar engenheiro aeroespacial, vai ser assim.

Contudo, ainda que esporadicamente, vou tentar repostar tudo aquilo o que eu achar válido. Existem várias outras páginas dispostas a compartilhar seu material por esse meio.

Espero que vocês não deixem de visitar o MGW e que, ainda melhor, candidatem-se para membros da página! Eu aceito qualquer um que esteja disposto a cobrir essa brecha que eu deixo no blog.

 

tumblr_m8rsenRDZI1qizbpto1_1280


Quem achar que eu mereço, me adiciona!

Pra quem quiser me adicionar ‘como amigo’ em qualquer uma das duas redes online, ficam aì:

Xbox Gamercards


PSN Gamercards


Personalidade da semana I

O escolhido da primeira imagem da semana é, com certeza, uma das maiores mentes do mundo dos vídeo-games: Shigeru Miyamoto.

Aqui vai a Biografia dele pela Wikipedia:

Nascido em Sonobe (atual Nantan), Kyoto, Japão, Shigeru Miyamoto é o segundo filho do casal Iijake Miyamoto e Hinako Aruha. Desde pequeno gostava de desenhar, pintar e explorar as áreas próximas de sua casa. Mais tarde, inclusive, ele confessou ter baseado grande parte do jogo The Legend of Zelda em explorações que empreendia na infância em cavernas da região. Outra de suas inspirações para games veio do cão de um vizinho, que ficava sempre preso a uma corrente e o amedrontava particularmente: daí surgiu a ideia para o Chain Chomp, o conhecido inimigo da série Mario.
Ele iniciou na Nintendo em 1977 logo depois de se formar como Designer Industrial, passando um bom tempo criando o exterior de máquinas de arcades, até começar a criar personagens, coisa que não pararia mais de fazer.
Donkey Kong (1981) foi o primeiro jogo criado para a Nintendo por Miyamoto, e ele era único em seu estilo (plataformas). Com o grande sucesso do jogo e enorme apoio da Nintendo, Miyamoto cria seu próximo game, que seria nada menos que Super Mario Bros, para o console da Nintendo de 8 bits, denominado Famicom.
Mario é um destes personagens que não tem como não se relacionar com jogos. Ele até hoje, mais de duas décadas depois de seu primeiro aparecimento, continua a desenvolver bons jogos, e com o toque mágico de Shigeru sempre aparece com novas técnicas de programação, excelente jogabilidade e atraindo a atenção de muitos jogadores espalhados pelo mundo.A partir da criação de Mario, novos personagens vão surgindo através do trabalho de Shigeru, entre eles Link, o famoso herói da série de aventuras Zelda. The Legend of Zelda combinava ação com exploração e grande balanceamento na jogabilidade, que era a marca registrada dos jogos de Shigeru, e ao invés de complicadas estatísticas, Link adquiria novas habilidades através de itens e armas que ele encontrava, diferindo bastante dos RPGs que começavam a surgir na época e que eram todos baseados em turnos de ataque e defesa.
Zelda abriu os olhos da geração de jogadores para os action RPGs, sendo o primeiro título da “nova geração de consoles” a vender mais de um milhão de unidades nos EUA. Os primeiros jogos da série foram lançados para o Nintendo (famoso nintendinho) e Game Boy, saindo na próxima geração para o Super Nintendo The Legend of Zelda: A Link to the Past. Este consagrou o jogo como um eterno clássico no mundo dos games.

Novos games vão sendo criados até que em 1996, Super Mario, até então um sprite 2D, ganha pela primeira vez um jogo totalmente em 3D, com um vasto mundo a ser explorado, excelentes músicas e jogabilidade. Era lançado então o Super Mario 64 para o Nintendo 64, novo console 64 bits da Nintendo.
Mario Kart 64, Star Fox 64, Yoshi’s Story, 1080° Snowboarding e F-Zero X foram alguns dos jogos desenvolvidos para o novo console, até que em 1998 surge o que para muitos pode ser considerado entre os 5 melhores jogos já produzidos até hoje: The Legend of Zelda: Ocarina of Time. Nesta versão do game, Shigeru e seus colaboradores conseguem fazer uma perfeita transposição do mundo de Hyrule e de seus personagens do 2D para o 3D. Desde os gráficos até às músicas, tudo é muito bem elaborado.