Postagens e repostagens daquilo que merece ser compartilhado: o nosso universo geek.

Toy Story: nostalgia

Cine FX

O primeiro longa de animação da Pixar, feito totalmente em computação gráfica. Uma das franquias mais bem-sucedidas de todos os tempos.

Aviso: Contém spoilers.

O que foi aquela despedida enigmática, que retrata de modo brilhante o que boa parte dos espectadores tiveram de fazer: doar boa parte dos brinquedos que fizeram suas infâncias divertidas e encarar de frente a vida adulta (mais uma vez um ritual de passagem, as vezes um pouco doloroso)? Foi o que fez Andy, nosso simpático protagonista no fim da trilogia Toy Story, que cresceu, como muitas crianças e jovens das décadas de 90 e 2000, brincando e se identificando com a fidelidade do Xerife Woody ou o desafio de voar de Buzz Lightyear ou algum daqueles outros brinquedos fantásticos com que nos identificamos. Nossos heróis.

Para quem viu: Lembram do Rex, o dinossauro medroso? E do Senhor Cabeça de Batata, empanturrado com objetos, alimentos, ferramentas pela…

Ver o post original 344 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s