Postagens e repostagens daquilo que merece ser compartilhado: o nosso universo geek.

“Right in the Childhood”

Como é crescer? É incrível ter essa dúvida, se levar em conta que todos nós, os jovens, estamos passando por isso. Mais incrível ainda é o fato de que não temos certeza de como tudo acontece tão rápido.

Me lembro de ter ouvido várias vezes “aproveita bem a sua infância, essa época passa muito rápido” – e mais rápido do que pude notar, eu já estou falando isso para os mais novos. Nesse meu universo de responsabilidades, de compromissos, formalidades… Jogar vídeo-games, assistir aos desenhos animados e brincar, já me parecem um mundo irreal, um mundo preso ao meu passado.

Mas a vida não é motivo para drama. O clichê “a vida tira e a vida trás” não é uma lei. Hoje, após me despedir dos dias que passava jogando vídeo-game na casa dos amigos, jogando bola na rua, brincando de esconde-esconde, visitando o McDonald e diversas festas de aniversário, assistindo a Tom & Jerry, Power Rangers, Meninas Super Poderosas, Pokémon, Digimon, Yu-Gi -Oh, Pica Pau, Sessão da Tarde e cia; ainda posso me gabar de ter um incrível final de semana com amigas incríveis. (Aproveitar a companhia da minha irmã, da minha melhor amiga e de uma convidada encantadora foi muito especial, devo acrescentar).

A infância, como período da vida em que temos muito pouca idade, passa, inevitavelmente. Mas não pode mais ser considerado verdade que não pode ser vivida nunca mais.
A juventude psicológica nos permite permutar dias corridos da vida adulta com momentos de distração – como jogar kinect com amigonas. E isso, é melhor do que tudo. Envelhecer, para mim, não é uma mudança, é uma evolução pessoal.
E o futuro? Para muitos, ter um filho é considerado o término absoluto de qualquer resquício de juventude que sobrara. Mas eu vejo isso bem pelo contrário. Ter um filho vai ser uma chance maior de aproveitar os benefícios da infância. Assistir desenhos animados, “brincar de carrinho”, “casinha de boneca” com o seu próprio filho. Ensiná-lo as coisas boas da vida. Vou ser criança pra sempre.

Flavio Martins.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s